Bitcambio foi reportada de enviar um valor absurdo de R$137 milhões de reais para um saque de somente R$ 500

 

A corretora de criptomoedas brasileira Bitcambio mandou uma quantidade drasticamente diferente do valor solicitado. Um valor 274.000x maior.

Kaique Nunes solicitou algumas retiradas, como faz no inicio de todo mês. Depois de algum tempo, a corretora entrou em contato solicitando que o usuário fosse até um cartório para reconhecer a assinatura de um documento.

A luz vermelha se acendeu. Kaique imaginava que era vitima de algum golpe orquestrado por um hacker ou um funcionário mal intencionado. Talvez alguém conseguiu suas informações pessoais. Nada muito incomum no mundo digital.

Acreditando que era golpe, Kaique ignorou os diversos e-mails da corretora. Alguns dias depois, postou em um grupo no Facebook sobre o ocorrido. Foi quando um dos administradores do grupos, que por acaso fornecia Bitcoins para a corretora, entrou em contato e esclareceu o erro.

De acordo com a pagina de perfil do usuário, a bitcambio opera dentro da lei mas erros acontecem. Devido ao grande valor, essa operação só poderia ser cancelada via um termo de consentimento. E este, necessitava uma assinatura. Agora o problema foi sanado e as duas partes parecem estar satisfeitas.

A exchange se comprometeu a pagar qualquer custo envolvido com toda a confusão.



Assine a newsletter do Moeda

Receba semanalmente as mais relevantes notícias, análises e ICOs.