A França é um dos países mais duros em relação ao ambiente regulatório na Europa, e também do mundo quando se fala sobre mercado financeiro e especialmente criptoativos.

 

Recentemente o país tomou alguns passos para se tornar um hub para ICOs, porém regulações rígidas ainda são o preço a pagar para realizar negócios em um hub financeiro como Paris.

Napoleon Group recebe luz verde da AMF

 

O Napoleon Group, investida do antigo Banqueiro BNB Paribas, Jean-Charles Dudek, utilizou do método de Initial Coin Oferring (clique para saber mais sobre esse tipo de captação) a 9 meses atrás para captar perto de 10 milhões de euros, imitindo um pouco mais de 27 milhões de utility tokens NPX.

 

Esses tokens são usados para acessar a plataforma de trading automatizado e estratégias quantitativas na NapoleonX.ai . Para entrar é necessário possuir somente um token, no mínimo.

 

De acordo com a empresa, eles são os primeiros a superar todos os desafios regulatórios da lei Francesa e serem aprovados para oferecer criptoativos geridos para investidores institucionais. Isso é uma grande noticia para França e para a Europa em geral.

 

Investidores podem aproveitar das estratégias quantitativas para bitcoin e ether, assim como os principais índices globais do mercado tradicional. Os primeiros veículos de investimentos são esperados para serem lançados na primeira metade de 2019.

 

O grupo é composto por 3 entidades: Napoleon Capital, Napoleon AM e Napoleon Index. O index será lançado no ano que vem e se tornará a referencia legal para um índice registrado em Blockchain. Isso significa que já está preparado para as futuras regulações da zona do euro, as quais virão em 2020.

 

Regulação é importante, seja no espaço cripto ou não. Fundamental para atrair capital real e institucional. Ninguém quer investir ou transacionar em um mercado que pode ser atingido por novas regulações a qualquer momento. As regras do jogo não podem ficar mudando constantemente. Por isso, uma regulação definida deixa o ambiente mais estável e as regras mais claras.

 

França ainda está escrevendo toda a regulação para cripto. Porém uma coisa já é certa. Os indivíduos que tiverem lucro oriundo de criptoativos iram pagar um imposto como qualquer outro ativo.



Assine a newsletter do Moeda

Receba semanalmente as mais relevantes notícias, análises e ICOs.