2018 não foi o melhor período para as criptomoedas. O ano foi marcado por pessimismo no mercado e queda de preços.

 

Entretanto, mesmo com desvalorização, a tecnologia blockchain avançou de forma expressiva. Cada vez mais relevante e mais casos de uso são explorados. Governos e organizações estão lançando soluções baseadas em blockchain. Tornando-se uma ferramenta pertinente para crescimento e aceleração.

 

Um setor específico que se transformou por meio do blockchain é o turismo. Hoje até aeroportos aceitam criptomoedas como meio de pagamento.

 

Eliminando o intermediário

 

Como acontece em diversos setores, a presença de intermediários é um problema. O simples fato da sua existência acarreta maior preço para o consumidor. Ele exerce uma função e espera ser remunerado por isso. Portanto podemos concluir então que um intermediário aumenta o custo de transação.

 

No caso do turismo, os intermediários seriam sites ou agencias que colocam os viajantes em contato com hotéis e companhias aéreas. Imagine se for possível fazer a mesma coisa (algumas vezes até melhor) de forma automática. Todos os players ganhariam (mesmo os intermediários rs). O consumidor recebe um produto mais barato e o fornecedor do serviço vende mais pois seu produto está mais barato e , portanto, mais pessoas estão dispostas a compra-lo.

 

Com o uso da tecnologia do blockchain seria possível realizar as reservas da viagem utilizando um smart contract (saiba mais sobre contratos inteligentes aqui), sem a necessidade de um intermediador como Expedia ou Hotels.com. Dessa forma, o hotel ou companhia aérea poderiam confiar que o pagamento seria realizado após o uso dos serviços. E o viajante não precisaria realizar o pagamento para terceiros antes de utilizar o serviço. O valor ficaria em uma conta bloqueada, mas sem acesso de nenhuma das partes.

 

Já existe uma solução no mercado. LockTrip. Um marketplace para hotéis e aluguel de casas. Tudo regido via smart contract. Conheça mais aqui

 



Assine a newsletter do Moeda

Receba semanalmente as mais relevantes notícias, análises e ICOs.